Sergio Moro: “Em 2018, devemos rever em quem vamos votar. Isso será um ponto decisivo na mudança do nosso País”

Sergio Moro: “Em 2018, devemos rever em quem vamos votar. Isso será um ponto decisivo na mudança do nosso País”

- in Notícia
99
0

06.12.17  08.55 H

Crédito: Marco Ankoski

O juiz Sergio Moro, o Brasileiro do Ano, e Caco Alzugaray, presidente-executivo da Editora Três (Crédito: Marco Ankoski)

Pelo segundo ano consecutivo, o juiz Federal Sergio Moro esteve na premiação “Brasileiros do Ano” da revista IstoÉ. Desta vez, Moro foi eleito Brasileiro do Ano 2017 pelo seu trabalho à frente da Lava Jato. “Desde 1992, meu trabalho não foi muito fácil, tive grandes casos envolvendo grandes criminosos, traficantes, o que não é diferente de outros juízes, e sempre pude contar com a minha esposa, por isso faço um agradecimento a ela, Rosângela Wolff Moro. Meu trabalho não é um trabalho individual, é um trabalho em conjunto com a Polícia Federal e com órgãos que estão diretamente envolvidos. Sobre a operação Lava Jato, essa operação iniciou por volta de 2014, hoje são 67 casos em andamento, 113 pessoas condenadas por corrupção e lavagem de dinheiro. Mais que os números, a Lava Jato possibilitou acreditar na Justiça, que executivos e políticos incondenáveis podem ir para prisão. Esses casos nos dão esperanças. Em 2018, devemos rever em quem vamos votar. Isso será um ponto decisivo na mudança do nosso País”.

Atuando na 13ª Vara Federal em Curitiba (PR), Moro ganhou destaque no Brasil ao comandar a Operação Lava Jato, a maior investigação de corrupção do País. Em 2017, o magistrado foi responsável pelas prisões do ex-governador Sergio Cabral, o ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha e os ex-ministros do PT José Dirceu e Antonio Palocci. Em julho deste ano, foi responsável por uma das sentenças de maior repercussão do Brasil: a do ex-presidente Lula, que foi condenado a nove anos e meio de prisão. O juiz já condenou 114 pessoas, sobretudo políticos importantes, ex-diretores da Petrobras e os mais conhecidos empreiteiros brasileiros, sentenciados a penas que somam mais de 2000 anos de cadeia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pode ser de seu interesse

Edital de Divulgação Sessão Ordinária da Câmara de Colombo de12/12/2017 as 16.00 h

12.12.17  14.00 h O Presidente da Câmara Municipal