Sem ônibus e com rodovias bloqueadas, Curitiba vive dia de caos

Sem ônibus e com rodovias bloqueadas, Curitiba vive dia de caos

- in Notícia
408
0

 

 

28.04.17  10.20 h

O dia de greve geral desta sexta-feira começou sem ônibus do transporte coletivo e com rodovias bloqueadas.

 

10h18: A Secretaria Municipal da Educação informa que 113 das 391 unidades municipais fazem atendimento normal, na manhã desta sexta-feira (28/03). São 69 centros municipais de educação infantil (CMEI) e 44 escolas. Outras 111 unidades escolares fazem atendimento parcial e 167 não funcionam, totalizando 278 com atendimento parcial ou total, sendo 137 CMEIs e 141 escolas. Do total, 43% das unidades têm adesão total e 28% com adesão parcial à paralisação nacional. Outras 29% não aderiram ao movimento.

10h16: Av. Juscelino Kubitschek de Oliveira ( marginal do Contorno Sul), liberada após cerca de uma hora de bloqueio na região do viaduto da Rua Cid Marcondes

10h15 A greve geral não impediu a abertura, nesta sexta-feira (28/04), da maioria dos 33 Armazéns e 15 Sacolões da Família da Prefeitura. Além disso, todos os quatro restaurantes populares funcionarão normalmente para o almoço. Devido à paralisação, dez Armazéns ainda não abriram por falta de funcionários (Boqueirão, Campo de Santana, Fazendinha, Maria Angélica, Matriz, Monteiro Lobato, Parolin, Uberlândia, Santa Felicidade e Vila Verde), mas deverão voltar a funcionar durante o dia. No caso dos Sacolões, apenas o do Santa Cândida não funciona.

10h12  Quatro interdições em curso neste momento nas rodovias federais do Paraná:
1) Em Curitiba, no km 146 da BR 476, em frente à Repar.
2) Em São José dos Pinhais, na BR 277, km 69, em frente à Renault, de forma parcial.
3) Em Mauá da Serra, na BR 376, km 295, em frente ao Posto Bambu.
 4) Em Laranjeiras do Sul, no km 406 da BR-158. Cerca de 200 manifestantes do MST no local.

9h58: Apesar de não haver bloqueio, trânsito na BR-277, em Campo Largo, sentido Curitiba, é caótico nesta manhã, devido as manifestações nas imediações do Contorno Sul e bloqueios momentâneos da rodovia.

9h56: Manifestantes começam a liberar uma faixa em cada sentido da BR-277, em São José dos Pinhais, em frente à Renault. Apesar disso, a normalização do trânsito deve demorar, até porque o congestionamento já chegou ao Contorno Leste (BR-116).

9h54: A PRF desobstruiu o quilômetro 100 da BR- 277, entre Curitiba e Campo Largo. O local foi momentaneamente bloqueado por poucos manifestantes, que se dispersaram após a chegada de equipes da PRF.

9h51: Acompanhe também a cobertura do dia de manifestação ao vivo pelo Facebook da Banda B:

9h45: Resumo da manifestação:
-100 % de adesão da greve no transporte coletivo;
-BR-277, em São José dos Pinhais, pistas bloqueadas em frente à Renault. Com isso, trânsito no Contorno Leste (BR-116), já é afetado, com congestionamento de mais de 4 km.
– Av. Juscelino Kubitschek de Oliveira ( marginal do Contorno Sul), bloqueada na região do viaduto da Rua Cid Marcondes
-Curitiba sem limpeza pública, adesão de 100% dos garis.
-Sem protestos no Aeroporto Afonso Pena, mas houve atrasos nos voos por conta da neblina
-Unidades de Saúde funcionando normalmente
-90 dos 370 postos de combustíveis de Curitiba e região estão fechados, com Av. Mateus Leme, na região do bairro São Francisco, fechada pelos frentistas

9h41: Banda B conversou com Luiz Vecchi, representante do sindicato que representa os Guardas Municipais. Segundo Vecchi, parte dos guardas aderiram à manifestação, mas o atendimento à população não foi afetado nesta sexta-feira.

9H38: O bloqueio na BR-277 já afeta o Contorno Leste de Curitiba (BR-116), onde a fila na pista sentido São Paulo passa de cinco quilômetros.

9h28: Movimentação nesta manhã na região do Centro Cívico, onde as centrais sindicais se concentrarão para protestar contra as reformas trabalhistas e da previdência.

Manifestação no Centro Cívico (Foto: Band aB)

9h20: Segundo Hermes Brandão, presidente da APP-Sindicato, adesão da greve nas escolas estaduais é grande, mas não de 100%. Ele está neste momento na Praça Nossa Senhora da Salete, no Centro Cívico, onde também haverá uma manifestação pelos dois anos do ‘Massacre do Centro Cívico’, que aconteceu há dois anos durante a greve dos professores

9h16: Mais de três quilômetros de fila em ambos os sentidos da BR-476, em Araucária, na altura do quilômetro 150. A pista foi bloqueada por volta de 8h30 pelos funcionários da Repar (Refinaria de Araucária)

Congestionamento neste momento na BR-476, Rodovia do Xisto, em Araucária

9h15: Sem nenhum ônibus circulando, Prefeitura de Curitiba diz que não vai cadastrar transporte alternativo porque “é apenas um dia”

9h12: Prefeitura de Curitiba reitera que está liberada apenas a circulação de taxistas pela canaleta de ônibus: “Somente os táxis estão liberados para transitar nas canaletas. Transitar na faixa exclusiva de transporte coletivo é uma infração gravíssima. São sete pontos na carteira e multa no valor de R$ 293,47”, diz a administração municipal.

9h10: Resumo da manifestação:
-100 % de adesão da greve no transporte coletivo;
-BR-277, em São José dos Pinhais, pistas bloqueadas em frente à Renault.
– Av. Juscelino Kubitschek de Oliveira ( marginal do Contorno Sul), bloqueada na região do viaduto da Rua Cid Marcondes
-Curitiba sem limpeza pública, adesão de 100% dos garis.
-Sem protestos no Afonso Pena, mas atrasos nos voos por conta da neblina
-Unidades de Saúde funcionando normalmente
-90 dos 370 postos de combustíveis de Curitiba e região estão fechados, com Av. Mateus Leme, na região do bairro São Francisco, fechada pelos frentistas

9h05: Presidente da UTC (União dos Taxistas de Curitiba), Eduardo Pereira, lamentou à Banda B boatos de que as canaletas estariam liberadas também para motoristas de aplicativos. “Isso não procede e foi informado erroneamente até por veículos de comunicação”, lamentou.

9h02: Todas as Unidades de Saúde com atendimento normal.  Faltas pontuais por conta da greve de ônibus, minimizadas pelo sistema de carona solidária e organização para uso veículo do distrito para buscar servidores em caso de necessidade.

9h00: Sindicato dos frentistas afirma que 90 dos 370 postos de combustíveis de Curitiba estão fechados nesta sexta-feira. Frentistas estão neste momento bloqueando a Av. Mateus Leme com a Senador Xavier da Silva.

Frentistas bloqueiam neste momento a Mateus Leme

8h53: Bancos da região central não vão abrir nesta sexta-feira. Resta saber como será a adesão em agências dos bairros. A foto é da Caixa Econômica Federal da Praça Carlos Gomes.

8h50: Av. das Torres foi liberada há pouco pelos manifestantes. Acesso a São José dos Pinhais ainda caótico, por conta do congestionamento. BR-277, em frente à Renault, deverá ser liberada em uma hora, segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de Curitiba e região.

8h45: No Aeroporto Afonso Pena, dificuldade é o acesso ao local, por conta da manifestação na Av. das Torres. Não há registro de paralisação dos funcionários do aeroporto, porém o mau tempo (neblina) causa atraso nos voos. 

8h43: Tarifa dinâmica do aplicativo UBER, em Curitiba, segue no vermelho. Ou seja, o valor de R$ 13 está saindo por R$ 40, devido ao aumento da demanda.

8h41: Em uma rápida checagem com Unidades de Saúde em Curitiba, todas estão abertas normalmente e sem adesão ao movimento grevista. O único relato é de atraso de funcionários pela dificuldade de locomoção. Segundo a Prefeitura de Curitiba, quem não for trabalhar terá o dia descontado.

8h37: Novo bloqueio de rodovia na Grande Curitiba. Manifestantes da Repar (Refinaria de Araucária) interditam os dois sentidos da Rodovia do Xisto (BR-476). Antes, o bloqueio estava apenas na marginal.

Bloqueio neste momento na Rodovia do Xisto (Foto: PRF)

8h33: Após liberação da Av. Juscelino Kubitschek de Oliveira ( marginal do Contorno Sul), esquina com a Eduardo Sprada, manifestantes fazem  novo bloqueio no viaduto da Rua Cid Marcondes.

Novo bloqueio na Av Juscelino Kubitschek de Oliveira

8h27: Av. Juscelino Kubitschek de Oliveira ( marginal do Contorno Sul), em frente à Volvo, na esquina da Eduardo Sprada, foi liberada por manifestantes há 20 minutos. Apesar disso, ainda há lentidão devido ao congestionamento. Bloqueio neste momento segue na BR-277, em São José dos Pinhais, nos dois sentidos, em frente à Renault, e na Av. das Torres, no Portal de São José dos Pinhais.

8h25: A PRF registrava pelo menos 30 rodovias federais interditadas em todo o país. Os manifestantes protestam contra a Reforma da Previdência, contra a Reforma Trabalhista e contra a Lei da Terceirização. No Paraná, até o momento, apenas uma manifestação afeta o trânsito em rodovia federal –na BR-277 em São José dos Pinhais, que está totalmente bloqueada no quilômetro 69.

8h24: Nenhum ônibus circula em Curitiba e região nesta manhã de greve geral. Frota mínima não foi respeitada pelo Sindicato dos Motoristas. Terminais seguem vazio em toda a capital.

Terminal Guadalupê está vazio no Centro de Curitiba

8h20: Servidores da saúde tem adesão baixa ao movimento grevista. Unidades básicas de Saúde e de Pronto Atendimento não tem o atendimento alterado nesta manhã.

8h18: Trânsito intenso na divisa da Linha Verde/BR 476, de Curitiba, com a BR 116/sul, com lentidão sentido norte.

8h12: Em São Paulo, Polícia Militar usa bombas de efeito moral para liberar ruas e rodovias. Adesão à greve na capital paulista é grande também.

8h05: Av. Juscelino Kubitschek de Oliveira ( marginal do Contorno Sul), em frente à Volvo, na esquina da Eduardo Sprada, liberada neste momento por manifestantes. Bloqueio neste momento segue BR-277, em São José dos Pinhais, nos dois sentidos, em frente à Renault e na Av. das Torres, no Portal de São José dos Pinhais.

8h01: Situação das ruas e rodovias: Bloqueada: BR-277, em São José dos Pinhais, nos dois sentidos. Bloqueios também na marginal da Rodovia do Xisto, em Araucária, BR-476, e na Av. Juscelino Kubitschek de Oliveira ( Contorno Sul). Av. das Torres também bloqueada nos dois sentidos. 

Manifestação na marginal da BR-476, em Araucária

8h00: Trânsito em vários pontos de Curitiba com intensa lentidão nesta manhã. Bairros Pinheirinho, Bigorrilho e região central impraticáveis neste momento. Nenhum ônibus do transporte coletivo circula neste momento.

7h53: URBS confirma que não haverá cadastramento de veículos particulares pela URBS. Com isso, transporte alternativo ficará restrito a aplicativos (com preços altos), a táxis e caronas.

7h52: Na região central de Curitiba, bancos já amanhecem com avisos de greve. Previsão é de que permaneçam fechados o dia inteiro.

Banco do Brasil da Doutor Muricy, no Centro de Curitiba, com aviso de greve

7h50: Com ônibus parados, URBS ainda não cadastra veículos particulares para circularem nas canaletas, mas liberam uso delas por taxistas

7h48: Em Natal, Rio Grande do Norte, homem ficou revoltado com protesto e começou a atirar, acertando um advogado que passava pela rodovia. Ele foi atingido na perna.

7h42: Com os ônibus parados e a demanda em alta, o preço de majoração do UBER, que normalmente é de R$ 13, agora já está em R$ 40 em Curitiba

7h38: Sem ônibus do transporte coletivo, motoristas de Van fazem fila na Rodoviária de Curitiba para cadastrar veículos particulares, mas portas da URBS estão fechadas e não há previsão para cadastramento dos veículos. Aplicativos e táxis são as alternativas.

7h36: Durante manifestação na Juscelino Kubitschek de Oliveira, em frente à Volvo, na Cidade Industrial de Curitiba, motorista e líder sindical bateram pouca e por pouco não entraram em vias de fato: “Eu quero trabalhar e não deixam”, esbravejou o motorista revoltado

7h34: Com fechamento da 277 e Av. das Torres, acesso à São José dos Pinhais precisa ser feito pela Marechal Floriano Peixoto/Av. das Américas. Neste momento, o trânsito neste acesso é caótico neste momento em ambos os sentidos.

7h30: Situação de momento: Nenhum ônibus circula em Curitiba e região metropolitana. Rodovias e ruas bloqueadas: 277, Juscelino Kubitschek de Oliveira (marginal do Contorno Sul) e Av. das Torres. Limpeza pública parada. Postos de combustíveis fechados na região central, mas funcionando nos bairros.

7h26: Intenção dos manifestantes na 277 e na Juscelino Kubitschek de Oliveira deve durar até o meio-dia, segundo a informação apurada pela Banda B junto aos sindicatos dos metalúrgicos 

Manhã sem limpeza pública em Curitiba. Adesão de 100% dos funcionários da Cavo

7h25: Manifestação dos petroleiros da Repar: Cerca de 200 manifestantes em frente à refinaria da Petrobras em Araucária. Ao menos por enquanto, a manifestação afeta apenas a marginal da BR-476, impedindo o acesso à refinaria. Na pista principal da rodovia, o fluxo é normal.

7h23: Trabalhadores da limpeza pública também com adesão 100%. Trabalhadores da Cavo não saíram para trabalhar. Vice-presidente do Sindicato dos Garis, João Gerônimo, disse que as reformas propostas tirarão direitos adquiridos pelos trabalhadores. “Hoje será um dia de protesto o dia inteiro e queremos que o Senado reveja o que foi aprovado na Câmara. A população tem que compreender que hoje é um dia de luta, em defesa aos trabalhadores. Amanhã o trabalho volta ao normal”, disse.

7h19: Acesso à Av. das Torres bloqueado, impedindo chegada ao aeroporto Afonso Pena. Isso pode afetar a saída dos aviões nesta sexta-feira. O aeroporto neste momento está aberto para pouso, mas fechado para decolagem por conta da neblina em Curitiba e região

Manifestação impede circulação na Av. das Torres

7h17: Manifestação na 277: Em São José dos Pinhais (PR), na BR-277, quilômetro 69, em 28/04/2017, às 6 horas da manhã, ocorreu uma interdição total, em ambos os sentidos, sem previsão de liberação, em decorrência de protesto com a participação de aproximadamente 500 manifestantes.

7h17: Frentistas aderiram ao movimento grevista, porém nos bairros os postos de combustíveis funcionam normalmente. Já em alguns pontos da região central, manifestantes estão retirando os trabalhadores dos estabelecimentos

Manifestantes começam a fechar postos de combustíveis em Curitiba (Foto: Banda B)

7h15: Muita confusão na região da Juscelino Kubitschek de Oliveira, em frente à Volvo. Metalúrgicos iniciam bloqueio e revoltam motoristas. Alguns jogam os carros em direção aos manifestantes

7h11: Ônibus do transporte coletivo não circula. Rodovias bloqueadas neste momento: BR-277, Av. das Torres (acesso ao aeroporto) e também na Juscelino Kubitschek de Oliveira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pode ser de seu interesse

Ex-ministro de Temer vai de Bolsonaro em eventual segundo turno

19.09.18  17.10 h Osmar Serraglio, deputado atualmente no