Guerra no PT // Outros petistas unidos pelo condenado

Guerra no PT // Outros petistas unidos pelo condenado

- in Notícia
106
0

17.05.18  17.35 h


É guerra no PT.

Enquanto o governador Camilo Santana acusa o partido de se suicidar defendendo a candidatura de Lula, deputados e senadores petistas no Congresso Nacional reafirmam que vão seguir o presidiário até o fim.

O Antagonista prefere o suicídio do PT.

Petistas unidos pelo condenado


As bancadas do PT na Câmara e no Senado divulgaram nota conjunta em que afirmam estar unidas em torno da candidatura de Lula, registra a Folha.

Na nota, os nove senadores e 60 deputados do partido repetem a ladainha de que o Grande Líder foi “injusta e arbitrariamente condenado e preso”.

Mais adiante, dizem que ele “representa a oportunidade de o Brasil reencontrar o caminho da democracia, da inclusão social, do diálogo, da soberania nacional, do crescimento econômico e da geração de empregos” etc. etc.

O Antagonista lembra que o “caminho da democracia” inclui o respeito às leis, e elas não preveem que um criminoso condenado em duas instâncias possa se candidatar.

Sobre o Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pode ser de seu interesse

Cármen Lúcia destaca origem popular da lei que torna Lula inelegível

13.08.18  15.45 h Cármen Lúcia destacou hoje a